Como deve ser conduzida a adaptação?

Como deve ser conduzida a adaptação?

05 fev Faria Brito

Como deve ser conduzida a adaptação?

O período de adaptação varia de criança a criança. É muito importante que nos primeiros dias alguém de sua confiança esteja presente, acompanhando o início deste processo vivido no espaço escolar, o que lhe trará a segurança necessária, uma vez que este é um ambiente novo, que a criança não domina. No início, a escola será apresentada à criança pela figura de referência que a acompanha, assim como será “autorizada” pela mesma a começar a estabelecer os primeiros sinais de vínculo de confiança com as professoras. É comum a criança ficar pouco à vontade quando uma pessoa que não lhe é familiar quer se envolver com ela. Portanto, é de se esperar que ela não aceite sentar na roda ou ir ao banheiro com a professora. Nossa preocupação é ajudar os pais e as crianças a compreender este momento, para ultrapassá-lo com segurança.

Não há como determinar um tempo exato para concluir a adaptação. Esse processo, experimentado de forma peculiar e individual, ganha paulatinamente contornos mais definidos. Algumas crianças não choram na primeira semana, uma vez que tudo é novidade e os atrativos são bem convidativos, outras, desde o início, sentem-se inseguras, não se desligam da pessoa que as acompanham. Com estas crianças é necessário criarmos outras estratégias.

O ponto mais decisório é que os pais tenham a firmeza e a segurança em deixar o filho na escola. Durante todo o período, a coordenação estará acompanhando de perto esse processo, orientando os pais para que a adaptação seja mais tranquila para a criança e sua família.

Seguem algumas dicas que podem tranquilizar esse momento:

· Faça seu filho sentir-se seguro quando estiver perto e permita-o explorar o ambiente escolar;

· Permita que seu filho traga à escola, se for do seu desejo, um objeto pessoal, permanecendo com ele no período de adaptação;

· Chegue no horário estabelecido para que ele possa ficar envolvido com as atividades e as professoras. Reserve um tempo para ficar junto em sala, caso isto se faça necessário. Normalmente, investir alguns minutos circulando na sala de aula com o seu filho pode ajudá-lo a sentir-se mais confiante em relação à transição. Reserve um tempo em sua programação para não ter que se apressar, nem agir como quem tem pressa;

· Traga-o caminhando com sua mochila. Permita-o que observe e participe do que tem em sua volta, no contexto escolar;

· Torne o adeus de maneira breve, afetiva e firme. Quando você estiver pronto(a) para ir embora, informe a seu filho, em termos compreensíveis, em que momento você ou a pessoa a seu encargo virá buscá-lo;

 · Despeça-se de modo despreocupado, sem hesitar e vá embora rapidamente. Não olhe para trás (não importa quão convincentemente seu filho suplique), exceto para acenar alegremente. Quanto mais rápido você deixar a escola, mais depressa ele poderá começar o dia;

· Caso a separação com a mãe ou o pai esteja sendo mais difícil, procure um substituto para ficar no lugar, alguém, de preferência, que suporte um chorinho circunstancial e permita que a professora pegue a criança no colo e revele a sua competência profissional em lidar com a situação;

· Pedimos sua colaboração ao cumprimento dos horários de adaptação. Esse é um momento importante para que os (as) alunos (as) se aproximem e aos poucos se integrem à rotina escolar;

· Os horários preestabelecidos para as primeiras vivências na escola servem para uma melhor organização do trabalho, visando a melhor convivência com todas as crianças. Mas vale lembrar que a professora terá um olhar atento e individualizado para a demanda e necessidade individual, flexibilizando, por ora, esta etapa tão importante para a vida escolar de seu filho, nosso aluno.

Caso ainda restem dúvidas, procure a professora ou a coordenação para melhor esclarecê-las. Teremos o maior prazer em orientá-los.

Cordialmente, Coordenação Escolar.

Postado em Sem categoria

Baixe o APP Colégio Faria Brito

download app store
download google play store

forma para o mundo.
prepara para a vida.

CLOSE
CLOSE