Como estabelecer limites

Como estabelecer limites

20 abr Faria Brito

Quando a criança começa a andar e a explorar o ambiente, fica evidente a necessidade de estabelecer limites. Ela precisa do adulto para ensinar-lhe o que pode e o que não pode ser feito. Porém, impor limites é tão difícil quanto aceitá-lo.

Algumas normas podem ser adequadas para determinadas idades, mas não para outra. Assim, quanto mais soubermos sobre o desenvolvimento infantil, mais fácil será exercer o papel de autoridade. Aproximadamente, até os quatro anos de idade a criança vive um processo de transformação para tornar-se independente. Tem vontade própria, não aceita mais o controle total sobre sua vida, quer fazer tudo sozinha e do seu jeito. Em outros momentos, pede colo e não gosta de perder você de vista. Se tratá-la como um bebê, estará freando o seu desenvolvimento, já que a criança aprende com a experiência. Por outro lado, é necessário dizer “não” diante de algumas situações perigosas ou atitudes que possam ferir o outro. O desenvolvimento intelectual nessa fase é diferente de uma criança mais velha. Sua memória ainda não está totalmente desenvolvida e por isso as regras precisam ser repetidas várias vezes.

A maneira como se estabelece limites a uma criança tem enorme influência em sua formação. Ao educar, os pais devem se perguntar: “O que meu filho está aprendendo comigo?”. Os castigos físicos e a obediência baseada no medo formam adultos com baixa autoestima, guiadas por opiniões alheias. O que devemos é estimular a crianças a desenvolver o controle interno e a ser responsável pelos seus atos. Se o seu filho fez bagunça, deve arrumar. Se estragou algo, deve consertar. De nada adianta impedir a criança de ver televisão porque ela quebrou o vidro da janela. O melhor seria tirar o dinheiro da mesada para pagar o vidraceiro.

Se a criança age de forma antissocial precisa ficar a sós para recompor as emoções. Nesse momento é importante conversar com ela, olhar em seus olhos e falar com bastante calma.

Por fim, se você estiver no meio de um conflito e prestes a perder a paciência, afaste-se por um momento, respire fundo e procure se acalmar antes de tomar qualquer atitude.

Cristiane Pereira Reis

Psicóloga da Oficina da Criança – Unidade Méier

Postado em Artigos

Baixe o APP Colégio Faria Brito

download app store
download google play store

forma para o mundo.
prepara para a vida.